Lyspedia!

Educação e Inclusão Digital.

Usuários Online

Nós temos 16 visitantes online

Busque na Lyspedia!


Você está aqui:

Página Principal Artes Arte Antiga Resumo: Arte Egípcia
Resumo: Arte Egípcia E-mail
Avaliação do Usuário: / 368
PiorMelhor 
Escrito por Administrator   

Jovem EgípciaPeríodo e localização:

Aproximadamente 3.000 a. C., margens do Rio Nilo.

Sociedade:

teocracia (poder sacerdotal), materialistas (guardavam riquezas para a vida após a morte, divisão de classes sociais (família real, sacerdotes, nobres / militares, escribas (letrados), mercadores e artífices (artistas),a economia era baseada na agricultura às margens do Nilo, na indústria e no comércio, havia divisão entre vida urbana e rural.

Arte Egípcia:

Praticada eminentemente pelos artífices que dominavam leitura, escrita, pintura, desenho, escultura e também o corte das rochas usadas nos templos, lei da frontalidade, mãos e pés sempre apoiados numa conotação ao equilíbrio que buscavam, simetria na pintura, na escultura e na arquitetura, cores chapadas, homens sempre eram representados com a pele mais escura.

Escultura:

 

Grandiosidade, figuras feitas para serem vistas de frente, utilizavam pedra, bronze, ouro, pedras preciosas..., eram estilizadas, estáticas, uso de cores vivas, chapadas, sem gradação, representação das pessoas quando jovens para que na vida após a morte continuassem assim.

Pintura:

Tintas ou pigmentos industrializados, cores obtidas de minerais (o azul valia como ouro), sem gradação de cores, uso de hieróglifos, sem perspectiva, as pinturas eram organizadas conforme preceitos sociais e religiosos – um exemplo é o fato de nenhuma pessoa poder ficar de costas para o faraó que sempre ocupava o centro das cenas - , tinha caráter religioso e cotidiano, no início era feita em paredes de monumentos fúnebres, palácios, casas e mais tarde em papiros.

Arquitetura:

Feitas com pedras e tijolos secos ao sol, as principais construções com finalidades religiosas são: Pirâmides, Esfinges, Hipogeus, Mastabas, Templos e Obeliscos.

Religiosidade:

Religião politeísta, crença na vida após a morte, embalsamamento dos corpos dos mortos, divisão entre corpo e alma.

 
 
Joomla 1.5 Templates by Joomlashack